# Coração Comestível: Dezembro 2010

kkk

sábado, 18 de dezembro de 2010

Olhar interno.


Tudo me diz que estou prestes a tomar uma decisão errada.
Mais os erros são uma maneira de agir.
O que o mundo quer de mim?
Que não corra os meus riscos?
Que volte de onde vim sem coragem de dizer 'sim' para a vida?

Se busco o amor verdadeiro, antes preciso ficar cansada de amores medíocres que encontrei.
A pouca experiência de vida me ensinou, que ninguém é dono de nada,
que tudo é uma ilusão..


(Paulo Coelho)

Vida.. louca vida?

Pensei que com conforme os anos foram passando,  eu tivesse me livrado desses tipos de sentimentos masoquistas, esse auto-flagelo. É.. realmente eu pensei. Mas não.
Eles estavam aqui dentro, só a espera que algo profundo acontecesse para retornarem à minha vida, que se já era tão, mas tão feliz, agora está perfeita. '-'
Como quero que os outros me compreendam, gostem de mim, me aceitem como sou, se nem eu (que terei de conviver o resto da vida comigo) consigo fazê-lo?
Tenho medo que precise acontecer uma catástrofe para que eu perceba a vida maravilhosa que tenho, e me arrepender de não  ter dado o devido valor, passando o tempo todo me culpando, me podando, reprimindo, me achando a pior de todas as criaturas.
Não sei porque faço isso, é como se fosse uma forma de me punir das coisas que faço, do meu medo, covardia diante da vida, do que eu acredito.
Vontade... sim,  sinto vontade de me dopar meus membros, apagar meus olhos, escurecer o mais profundo da minha mente, assim, de repente e para sempre.
Quem me ver assim falando, deve pensar, que eu seja louca, que eu tenha algum problema.
Talvez realmente seja, ou não.
Mas o que fazer quando não se consegue ser diferente? ‘-‘
E toda essa confusão interna me fez reler algumas anotações, pensamentos de uns dois anos atrás, em busca de respostas e forças pra continuar...
04/08/08 – manhã
"Tirando as tentativas frustradas de suicídio, quase morro realmente vomitando os comprimidos vitamínicos que não levam ninguém ao além. ¬¬'
Meu estômago tá acabado, pois não comi quase nada ontem e, na madrugada o que vomitar?
Tomei leite pra vê se passava a agonia.. saíram todos os comprimidos. Foi aí que novamente consegui dormir.
Ao acordar, percebi em mim um resto de esperança na vida, apesar da dor imensa e do vazio sem tamanho que sinto em meu coração.
Tenho que encontrar forças e traçar objetivos pra mim, já que acho que continuarei um bom tempo aqui na Terra.
Só espero lembrar-me sempre de não me envolver com ninguém. Nem por diversão. Sei que algo de muito especial há de me acontecer.
E pra começar, vou me tratar e procurar até encontrar a forma certa de amor-próprio que está em um lugar desconhecido.
Só assim, um dia muito distante poderei amar sadiamente outra pessoa.
Estudar para passar no Vestibular. Ir embora para uma longa temporada fora de The.
Sei que não estou só, Nunca. A mão de Deus vai me guiar. 
Desculpa Senhor, pelas tentativas fora de hora de abandonar o mundo dos vivos. Me guia, me ampara na longa estrada da vida. :)
Amém.
RUMO AO FUTURO!
Ah, e fazer o possível pra não chorar mais, senão daqui há algum tempo as pelancas do meu rosto caem de vez.. aí ao invés de ter rosto de 20 anos, parecerei ter 40.  ¬¬"


Lendo tudo isso hoje.. Tudo o que realizei, tudo o que ainda tenho pra concretizar, viver, tantas esperanças, tantos obstáculos a serem superados..
Nesse momento. Ao menos nesse momento. Não quero deixar tudo isso. 
Sei que sempre, por mais que tudo esteja ou pareça perdido, há sempre um solução, uma chance pra recomeçar. :)


Mas...
como recomeçar? '-'

domingo, 12 de dezembro de 2010

Ardentes desejos.

             Quisera ter teu corpo nu sobre a cama fria, a janela aberta para ouvir o cantar dos passarinhos, que um novo dia, quente a natureza anuncia.
             Desejo aqui e agora com toda a minha força, que de repente apareças e sucumbas o meu desejo e faça teu cheiro se espalhar, pela minha cama…quero sentir sempre teu cheiro, quero ter o teu suco nos meus pelos e boca…quero te ver e fazer-te louca, quero que sejas minha.

             Por isso vou beijar-te por fora e por dentro, penetrar-te nas carnes quentes de tuas entranhas, possuir-te de todas as formas, mesmo que seja de maneira estranha.
            Vou enlouquecer-te de prazer, sorver tua saliva ardente, teus doces recantos lamber.
            Deslizar minhas mãos por teu corpo, coxas, seios, ancas, cabelos, possuir-te por inteira, enlouquecer-te pouco a pouco, fazendo-te gemer, chorar, urrar, gritar de prazer… fazendo o meu quarto, parecer um mundo louco.
(Tancredo A. P. Filho)



Sobre dor.


                                                                              
"A vida é dor
Quem deseja, sofre;
quem vive, deseja;
a vida é dor.
Quanto mais elevado é o espírito do homem, mais sofre.
A vida não é mais do que uma luta pela existência com a certeza de sermos vencidos.
A vida é uma incessante e cruel caçada onde, às vezes como caçadores, outras como caça,
disputamos em horrível carnificina os restos da presa.
A vida é uma história da dor, que se resume assim: sem motivo queremos sofrer e lutar sempre, morrer logo, e assim consecutivamente durante séculos dos séculos, até que a Terra se desfaça. 
(Schopenhauer)


quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Testando *-*

Louca por testes como sou.. 
pena que nem pareceu em nada comigo.. 
cof, cof  ^.^

Esquadros
Esquadros
Você é uma sonhadora ou anda com a cabeça nas nuvens. É muito acolhedora e carinhosa com aqueles que quer bem. Preocupa-se com as grandes questões sociais do mundo e pensa em uma forma de torná-lo um ambiente de paz. Seus amigos gostam de sua companhia e a admiram pelo prazer à vida que lhe move. Procure correr mais atrás de seus sonhos e confie no seu potencial.
Outra Calcanhotto para sua trilha: Aconteceu.
Qual música da Adriana Calcanhotto fala por você?